Aluísio Lessa

PSB 40

Notícia

Educação é a ação mais eficaz para evitar o mau uso dos meios digitais

A educação voltada para os meios digitais esteve em pauta na reunião da Frente Parlamentar de Combate a Crimes Digitais da Alepe, nesta quara-feira (18). O debate girou em torno da informação como solução para prevenir a disseminação dos crimes cibernéticos. Os presentes foram unânimes em afirmar que os trabalhos da comissão especial terão efeito prático se eles nortearem o Estado para uma ação educativa junto à população.

De acordo com o professor do Centro de Informática (CIN) da UFPE, Hermano Perrelli, de Moura a internet está atrelada à liberdade de expressão e que isso deve ser preservado com o máximo de segurança e boas intenções por parte dos usuários: "A vida digital é uma "segunda vida". O grande valor é o da liberdade e ela permite inovação, criatividade e melhoria das sociedades de uma forma geral. Para a internet se manter funcionando, é necessário regulamentação. E é a regulamentação através dos organismos que mantêm os protocolos operando e regulamentação por meio da legislação, com a criação de leis", afirmou.

Os crimes digitais afetam até mesmo a saúde. O médico especialista em saúde pública e programas de saúde, Cláudio Duarte, relatou os danos causados por hackers ao Sistema de Saúde da Inglaterra e o recente boato do surgimento de um vírus mortal da gripe que viralizou nas redes sociais: "A internet facilita a comunicação, mas, também, tem difundido informações médicas que não são de conteúdo científico, causando pânico na população e estimulando à inadequada auto-medicação. É muito importante a iniciativa do deputado Aluísio Lessa. Pernambuco está à frente de outros estados no sentido de se preocupar com esta matéria", afirmou.

À frente de um projeto que promove palestras sobre cibercrimes para alunos da rede pública de ensino, a presidente da Comissão de Direitos da Tecnologia e da Informação (CDTI) da OAB Pernambuco, Raquel Saraiva, acredita que a ampliação desta medida para todo o estado, por iniciativa do Governo Pernambuco, será eficaz: "Ao tomarem conhecimento do que se deve evitar na internet, os jovens serão os grandes responsáveis em informar os familiares e amigos sobre os riscos dos crimes digitais", pontuou.

Destacando o viés educacional da Frente Parlamente, Aluísio Lessa comentou que os trabalhos estão a largos passos no bom caminho para que a utilização das redes sociais, e da internet como um todo, gere benefícios para a população: "A educação é o melhor caminho para reprimir o mau uso do ambiente digital. Em cada reunião estamos colhendo as sugestões dos participantes e já estamos em contato com o Governo do Estado para que a internet seja voltada para a melhoria de vida dos pernambucanos", declarou.

Vídeo

Áudio