Aluísio Lessa

PSB 40

Notícia

Frente Parlamentar debate o conhecimento em crimes digitais

A reunião ordinária desta quarta-feira (11) da Frente Parlamentar de Combate aos Crimes Digitais da Alepe reuniu especialistas para discutir o que se tem de conhecimento teórico sobre as práticas ilícitas cometidas na internet. O presidente da comissão especial, o deputado estadual Aluísio Lessa (PSB), deu detalhes da visita à Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DPCRICI) e pediu o ponto de vista de cada um dos presentes sobre o combate aos crimes digitais.

Diretor do Centro de Informática (CIN) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), André Santos relatou que a instituição tem capacitado pesquisadores acerca do tema: "O CIN promove estudos voltados para as redes sociais, a influência digital criptografia, segurança da informação e mais uma gama de áreas no âmbito digital", declarou.

Representante do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar), Carlos Sampaio falou da importância de se expandir o conhecimento em tecnologia da informação: "As fake news encontram nas pessoas com pouco conhecimento digital o terreno ideal para a propagação. É preciso popularizar a informação para que a sociedade estejam atentas e não compartilhe este tipo de conteúdo", disse.

Consultor independente na área de privacidade e proteção de dados pessoais, o advogado Marcílio Braz exemplificou como as empresas de tecnologia têm usado as informações disponibilizadas pelos usuários na internet: "As gigantes do meio digital estão se aproximando do valor de mercado na casa do trilhão. A internet é um jogo de interesses que não dá nem para mensurar", disse.

A presidente da Comissão de Direitos da Tecnologia e da Informação (CDTI) da OAB Pernambuco, Raquel Saraiva, citou Projetos de Lei da Câmara dos Deputados, em Brasília, que considera equivocados para aconselhar como a atuação dos parlamentares na Alepe pode ser bem sucedida no combate aos crimes digitais: "A CDTI tem analisado as ementas e verificamos que elas ficam presas ao o que é crime, não há uma proposta educativa", afirmou.

Bastante satisfeito com os debates, Aluísio Lessa ressaltou que o objetivo da Frente Parlamentar é conscientizar a população sobre as práticas ilícitas na internet: "Além de dar os encaminhamentos ao Governo para combater os crimes digitais em Pernambuco, a nossa atividade visa informar a população, com nossos encontros e visitas a órgãos, sobre o que está sendo feito para coibir estes atos", concluiu.

Vídeo

Áudio